O Restauro, O Retrato: os Diretores da Faculdade de Medicina - 1912-2013

Exposições

A exposição "O Restauro, O Retrato: os Diretores da Faculdade de Medicina de 1912 a 2013" apresenta o processo de restauro da coleção de retratos da FMUSP, composta por oitenta e quatro quadros que foram pintados por cerca de trinta artistas.

Tal retratação honorífica é um convite aos seus expectadores para uma viagem, que se inicia na fixação de uma identidade social, expressas nos formatos e poses dos retratados com suas vestes talares na plena hierarquia de sua profissão.

Do restauro das imagens, nutre-se a concepção de preservação e guarda. Sem sua ação, o passado seria um depósito de velharias sem sentido e as imagens cairiam num repositório do esquecimento.

Das identidades, vamos dando aos retratados novo poder de leitura. Afinal, o médico e diretor será sempre investido pelo seu contexto, suas escolhas e aptidões, muitas delas margeadas por outros mundos, nem sempre atrelados ao conhecimento médico e sua prática.

Já as especialidades fazem o caminho inverso e projetam esse profissional numa internalidade impressionante, encontrando-se dispersa entre conhecimentos e práticas, ou seja, tecnologias apreendidas durante sua formação e toda a sua vida no lidar com o sofrimento humano.

Os “Núcleos de Acessibilidade” foram criados para democratizar a experiência e o conhecimento dos portadores de deficiência física, especificamente para cadeirantes e deficientes visuais.