Medicina USP


USP

Notícias

FMUSP recebe lançamento de livro do Instituto Coalizão Saúde

A Faculdade de Medicina da USP recebeu nesta quarta-feira,11/04, os representantes da cadeia produtiva do setor de saúde que compõem a diretoria do Instituto Coalizão Saúde (ICOS) para sua Assembleia Geral 2017 e o lançamento do livro "Coalização Saúde Brasil: uma agenda para transformar o sistema de saúde". Com suporte da empresa de consultoria McKinsey, o ICOS desenvolveu uma proposta visionária para a saúde brasileira, que tem por objetivo um sistema de qualidade, sustentável, com a participação dos cidadãos, respeitando os princípios do SUS e tendo boas práticas mundiais como referência.


A proposta do ICOS visa cinco iniciativas que, ainda nesse primeiro semestre, mostrarão alterações em alguns modelos de atendimento egestão atual. As iniciativas consideram a consolidação e uso de dados de atendimentos público e privado visando o diagnóstico precoce de doenças possibilitando uma maior assertividade nas ações nacionais de saúde. Outra ação está relacionada com o desenvolvimento de modelos pluralizados de formas de pagamento nas quais o centro das discussões seja a efetividade do atendimento ao cidadão. A proposta considera que precisa haver o fortalecimento da atenção primária,promovendo a prevenção, melhorando o acesso e a qualidade da assistência e valorizando a medicina da família e o uso dos multiprofissionais, em especial no setor privado. Outro ponto são os modelos inovadores de atenção, que apresentaram um impacto de qualidade, satisfação do paciente e a sustentabilidade do sistema de saúde. O último ponto é a promoção da saúde, por meio de educação do cidadão e dos empregadores, uma forma de estimular os cidadãos a serem responsáveis por sua própria saúde, utilizando-se das escolas e das empresas como formadores de opinião propiciando uma mudança cultural.


O Instituto Coalizão Saúde é formado por representantes da cadeia produtiva do setor de saúde e tem por objetivo contribuir, de forma propositiva e pluralista, sobre o debate e a busca de novos avanços em saúde,em resposta às demandas da população e às necessidades do país. A Medicina da USP é representada pelos professores Giovanni Guido Cerri e Flávio Fava de Moraes.

Compartilhe: