Notícias



A Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG) da Universidade de São Paulo (USP) organizou uma reunião com as Comissões Coordenadoras de Programas (CCPs) e Orientadores da Faculdade de Medicina da USP para discutirem a Avaliação Quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). A oficina de capacitação foi realizada ontem, 20 de fevereiro, na sala da Congregação da FMUSP. O Prof. Carlos Gilberto Carlotti Júnior, Pró-Reitor de Pós-Graduação da USP, fez um panorama geral, citou as mudanças de metodologia, de distribuição de bolsas, da tendência, em certa medida, ao favorecimento do doutorado, e demais ações estruturantes e pedagógicas que a CAPES irá fazer. 

O Prof. Carlos Carlotti disse: “somos vetores na produção de ciência, em pesquisa, desenvolvimento social e temos cobranças externas, então precisamos ter o cuidado de evidenciar o impacto gerado por um projeto, seja ele social, de aprofundamento técnico ou outros”.

Em uma segunda parte do dia, os 29 Programas de Pós-Graduação da FMUSP foram divididos em quatro grupos, no quais os Coordenadores de Áreas da CAPES, Prof. Paulo Louzada Junior, Prof. Rodrigo do Tocantins Calado Se Soloma Rodrigues, Prof. Ricardo de Carvalho Cavalli e Prof. Rinaldo Roberto de Jesus Guirro, apresentaram e comentaram os aspectos relevantes sobre a ficha de avaliação e os critérios a serem utilizados na aplicação. Os orientadores, professores, funcionários da Pós-Graduação da FMUSP e demais participantes puderam aprender e contribuir com as discussões.