Dicas de leitura: Obras clássicas e raras do acervo do Museu #04

Museu Virtual



O Museu Histórico da FMUSP abriga uma coleção de mais de 850 obras que foram reunidas originalmente pelo Instituto de Medicina Tropical da FMUSP. Dentre elas há um exemplar do livro “Defesa dos organismos contra agentes deletérios”, de Alfonso Splendore, publicado em 1899, que é considerado um dos marcos sobre os estudos voltados à parasitologia e imunologia no Brasil. Splendore nasceu na Itália em 1871 e completou seu curso médico em 1897 na Universidade de Roma. Após atuar por dois anos no Istituto d’ Igiene di Roma, mudou-se para o Brasil para estudar as então chamadas “doenças dos trópicos”. Para validar seu diploma de doutorado na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, o que o habilitaria a clinicar em todo o território brasileiro, Splendore apresentou parte de seus estudos que haviam sido desenvolvidos em Roma. Com a tese aprovada com louvor pelos médicos cariocas, Splendore compilou suas análises e as apresentou ao grande público no livro aqui destacado. Fixando residência em São Paulo, Alfonso Splendore foi clínico, realizou cirurgias e dirigiu os laboratórios do Hospital da Real Sociedade de Beneficência Portuguesa de São Paulo e do Hospital Humberto Primo, além de atuar em parceria com Adolfo Lutz em pesquisas desenvolvidas no Instituto Bacteriológico do Estado de São Paulo.