Ex-CoMentores



Amanda Santos Ramos | Mentor Jr - 2020 (Maria Del Pilar Diz)

"Entrei na FMUSP em 2016 (turma 104) e atualmente sou interna do 5º ano.

Dentro dos primeiros 4 anos da faculdade, fiz diversas ligas (HAS, Oncologia Clínica, Fisiatria, Transtornos Alimentares...), iniciação científica no InCor, participei da Extensão Médico Acadêmica (EMA) e, principalmente, atuei no Departamento Científico (DC) - fui colaboradora nos primeiros anos e, no meu ano de gestão, fui coordenadora de cursos do congresso da faculdade (COMU) e diretora de cursos geral do DC. 

Descrevendo assim, parece que eu escolhi uma jornada estritamente acadêmica haha mas posso dizer que foi exatamente nesses lugares que eu encontrei pessoas incríveis com quem eu compartilho muitas experiências (dentro e fora da faculdade) até hoje! Quando estamos fazendo algo com propósito e com pessoas queridas que nos motivam, tudo se torna tão mais leve! 

No meio de toda a rotina atribulada da faculdade, tentei encontrar um equilíbrio entre as questões acadêmicas/carga horária/matérias/provas e saúde física + mental, algo que tento equilibrar até hoje hahaha - e aí que entra a riqueza da mentoria, sempre temos mais e mais a ajudar uns aos outros nisso! 

Acho que o saldo até aqui é de gratidão por tudo que pude participar, pelos erros e acertos, por todas as amizades, por todas as vivências e, sobretudo, por chegar no 5º ano e entender a importância dos outros 4 anos, sob todos os aspectos.

Quis ser uma CoMentora porque tive a experiência de participar da mentoria ao longo dos meus outros anos de faculdade e acredito que essas reuniões podem ser muito enriquecedoras. 

Se trata de um momento de muitas trocas - momento em que podemos esclarecer dúvidas da vida acadêmica/universitária com aqueles que já vivenciaram experiências como as nossas e também reviver com os "mais novos" as lembranças do que já passamos. 

Acho que é uma forma de ajudar a tornar a experiência na faculdade sempre melhor, ser uma ferramenta a mais para nos apoiarmos uns aos outros sob diversos aspectos que envolvem a faculdade - carga horária, volume de matéria, vivência extracurricular/hobbies, escolhas na carreira, saúde mental... Como CoMentora, espero poder retornar um pouco do que já recebi da mentoria nos outros anos e perpetuar esse programa".


Anna Caroline Grigio | Mentor Jr - 2020 (Newton Kara José Jr)

"Medicina não é minha primeira graduação. Me formei na Faculdade de Direito da USP em 2008, trabalhei na área jurídica por alguns anos, me casei, e em 2015 decidi mudar de ares e começar um novo curso. Ingressei na FMUSP em 2016, com grande envolvimento com o curso e a faculdade. Fiz iniciação científica e participei de monitoria, ligas, extensões, congressos e da Mentoria. Além disso, fiz amigos, comecei a praticar corrida, sempre buscando um melhor equilíbrio entre graduação e vida pessoal.

Acredito que é importante esse espaço para conversa e troca entre pessoas de diferentes momentos de formação e da prática da Medicina. O grupo da Mentoria permite reunir pessoas que trazem diferentes experiências de vida e na graduação, mas que também passaram por muitas situações semelhantes, podendo oferecer apoio, novas perspectivas e expectativas para o futuro."


Aurélio Canabrava Garrido | Mentor Jr - 2020 (Tânia Guimarães)

"Venho do interior do estado, Sorocaba. 

Fiz um ano de cursinho antes de conseguir entrar aqui. Na faculdade, infelizmente participei de poucas ligas, a meu ver, mas minha iniciação científica me levou inclusive ao exterior. Participo da Atlética jogando vôlei desde meu ano de calouro também.

Quis ser CoMentor porque sinto que poderia colaborar ainda mais com a Mentoria e com seus participantes. Para mim, tem sido uma experiência maravilhosa compartilhar e ouvir experiências e eu quero garantir isso para mais uma geração de alunos, pelo menos..."


Bárbara de Freitas Marques Coimbra | Mentor Jr - 2020 (Fábio Cantinelli)

"Sou natural de São Paulo, fiz ensino médio na Escola Técnica Estadual de São Paulo e estudei durante mais 3 anos em cursinhos até ingressar na FMUSP. 

Ainda não escolhi a área em que desejo me especializar, mas tenho preferência por áreas clínicas ou clínico-cirúrgicas. 

Na faculdade, participei do EMA, do MedEnsina por 3 anos, das Ligas de Febre Reumática, Esquizofrenia e UTI e atualmente participo do programa de monitoria e de uma IC em andamento.

Quis ser CoMentora por pertencer à mentoria desde o meu 1o ano e por achar uma experiência rica e proveitosa".


Daniel Abdalla Added Filho | Mentor Jr - 2020 (Simão Lottenberg)

"Sou uma pessoa feliz e tranquila, que respira medicina.

Quis ser CoMentor para retribuir à faculdade."


Eduardo Hirano Padrão | Mentor Jr - 2020 (Ana Cláudia Germani)

"Sou da turma 98 e participei de diversas atividades durante a faculdade e acredito que essas são um grande diferencial da nossa casa. Durante os seis anos de graduação sempre me dediquei as atividades extracurriculares.

Tanto a antiga tutoria (agora mentoria), quanto as ligas acadêmicas, a atlética, o departamento científico, o CAOC, os laboratórios, a Bandeira Científica, o REMUSP e todas outras atividades disponíveis para os graduandos e residentes fazem da FMUSP uma faculdade única.

Acredito que todo essa base extracurricular nos permite desenvolver em múltiplas áreas que não só a médica, mas acabam complementando, também, nossas habilidades médicas. Participei os 6 anos da minha tutoria na graduação e ela sempre trouxe, além de amigos, conforto, alívio das minhas angústias e ótimas conversas tanto sobre temas médicos quanto não médicos.

Acredito que a mentoria é um ótimo ambiente para os graduandos e espero poder contribuir algo com a formação dos alunos assim como meu mentor contribuiu para minha formação médica."


Fernanda Cotrim | Mentor Jr - 2020 (Marcos Samano)

"Meu nome é Fernanda Cotrim, sou aluna da turma 102 e comecei o internato esse ano. Durante a minha graduação eu fui plantonista do MedEnsina, treinei vôlei por dois anos,  fui presidente do COMU e vice presidente do DC, diretora do EMA, diretora da Expedição Cirúrgica e participei de algumas ligas (liga de insuficiência cardíaca, liga do trauma, liga de cirurgia pediátrica, liga de puericultura, liga de mastologia, liga de cirurgia cardiotorácica, liga de cirurgia cardíaca pediátrica e liga da UTI).

Decidi ser co-mentora pois durante toda a graduação eu participei do programa de mentoria. Sempre foi algo que me fez muito bem e me ajudou a lidar com diversos aspectos da graduação, e eu gostaria de poder fazer o mesmo para quem está começando o curso agora."


Fernando Galassi Stocco Neto | Mentor Jr - 2020 (Elnara Negri)

"Me chamo Fernando Stocco, estou no quinto ano.Desde o começo da faculdade me envolvi principalmente com pesquisa e com o Centro Acadêmico, ligas, movimentos sociais e direitos LGBT!

Acabei também passando o ano de 2016 em Harvard fazendo pesquisa pelo programa USP-Harvard.

Eu adoro conversar sobre tudo que eu já vivi aqui e tudo que eu possa esclarecer ou ajudar, então fiquem a vontade pra me procurar :)."


Gabriel de Jesus Lima | Mentor Jr - 2020 (Luiz Henrique Martins Castro)

"Estudei durante toda a minha vida em um colégio particular praticamente desconhecido, do qual pouco se fala e também se aprova na FMUSP. Fiz dois anos de cursinho como bolsista integral, e depois fui aprovado na FMUSP. 

Tive bastante dificuldade de integração, porque me sentia muito deslocado de todo o ambiente da faculdade - não treinava na atlética, não morava perto, tinha muita dificuldade com as matérias do ciclo básico. Aos poucos fui me encontrando na faculdade: fiz amigos, ajudei a criar e participei de coletivos, fiz ligas e até presidi uma, fui representante discente. 

Hoje estou no último ano e feliz com a minha trajetória e as escolhas que tive, e animado para exercer a medicina que eu aprendi a amar muito. E preocupado com a prova de residência...

Acredito que uma parte importante da nossa formação como médicos é o compartilhamento de experiências que temos em nossa prática diária, tanto em contato com os nossos colegas como com nossos pacientes, envolvendo discussões sobre inseguranças, medos, situações de conflito, e discutir sobre isso tem o potencial de transformar a nossa vivência como médicos em algo mais saudável e honesto."


Geovana Rodrigues | Mentor Jr - 2020 (Maria del Pilar Diz)

"Olá! Sou Geovana do 5º ano. Sou da turma 103 e entrei junto com a mudança curricular da FMUSP. Isto fez com que eu tivesse que lidar com a faculdade de uma nova maneira, aprendendo enquanto caminhava por novas estradas. Nesse período, participei de iniciação científica, ligas, como a Liga da Hipertensão e da Febre Reumática, e fui presidente do COMU na gestão 2017 do DC.

Espero poder, com a experiência que adquiri até então, ajudar meus colegas mais novos com este já não tão novo currículo, assim como a mentoria me ajudou nos primeiros quatro anos."


Isabella Sales de Macêdo | Mentor Jr - 2020 (Naira Hojaij)

"Sou de Salvador-BA e vim para São Paulo quando passei na FMUSP em 2015. Desde então venho a cada dia descobrindo coisas novas sobre a faculdade e a cidade, o que torna o dia-a-dia muito bom. Na faculdade, já participei de várias ligas, fiz IC, fui do EMA, do MedEnsina e do MedDança, minha extensão favorita. Espero poder compartilhar um pouco da minha experiência e ajudar no que for possível!

Gostaria de me aproximar mais de colegas de outras turmas e, pela experiência que tive na faculdade, percebi como é bom ter alguém que está mais à frente no curso e que pode te dar dicas dos mais variados temas. Logo, iria ficar feliz em poder ajudar outros colegas e compartilhar a minha experiência nesse período de faculdade."


Johnny E. Gonçalves | Mentor Jr - 2020 (Luiz Henrique Martins Castro)

"Sou o Johnny  e estou no quinto ano. 

Na faculdade tive contato com várias extensões e algumas ligas. Fiz IC e ainda trabalhei corrigindo redações.

Hoje, no internato, consigo entender bem porque algumas etapas do curso foram complicadas e acho que sei um pouco com torná-las mais tranquilas. Aprendi muito sobre psicanálise e psicologia, além de outros métodos, que talvez possam ajudar quem é um pouco mais novo no curso. 

Por isso, acredito que a mentoria é um excelente espaço para compartilhar dúvidas e anseios sobre a medicina. Nela, podemos discutir desde as questões curriculares até as possibilidades na carreira. E, sem dúvida, o mais importante é perceber que muito do que passamos sozinhos é parecido com o que nossos colegas sentem. Então, a tutoria ajuda demais como um paliativo pros nossos dilemas.

Ser co-mentor é a possibilidade de ajudar a organizar um espaço de escuta capaz de auxiliar nossa jornada até a formatura. Sempre participei desde o primeiro ano e quero continuar."


Lia Iida Imbiriba Rodrigues | Mentor Jr - 2020 (Tânia Vannucci Guimarãe )

"Meu nome é Lia, sou aluna do quinto ano.

Decidir ser comentora, porque acredito que a interação entre mentores e alunos enriquece muito a experiência da faculdade. Especialmente durante o internato, quando surgem várias dúvidas pessoais e profissionais.

Eu sou paraense, morando em São Paulo desde 2013. Entrei na primeira turma do currículo novo, a 103, o que acabou se revelando como uma ótima oportunidade de desenvolver resiliência. Ao longo da graduação participei de várias ligas, como as da Puericultura e da Febre Reumática, fiz iniciação científica e fui do EMA. Em 2017, fui presidente do DC.

Desde o primeiro ano faço parte do Med Dança, um grupo que já foi inúmeras vezes uma válvula de escape para os momentos difíceis da vida. Estou aberta a conversar e compartilhar as minhas experiências, e espero conseguir ajudar no que for possível..”"


Liana Silva Tortato| Mentor Jr - 2020 (Beatriz Tess)

"Sou ex-aluna da FMUSP - turma 97/98. Fui diretora de Marketing da AAAOC em 2011, fiz intercâmbio de pesquisa na Escola de Saúde Pública de Harvard em 2012. Desde 2017 estou cursando a residência de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, atualmente iniciando meu terceiro ano. 

Gosto muito de filmes, livros, conversas e esportes. Estou ansiosa não só para ouvi-los, mas também para compartilhar experiências e aprendizados, bem como aprender com vocês!!

Aproveitei muito o espaço de mentoria ao longo da faculdade, pois foi um local onde tive a oportunidade de ampliar meus círculos sociais e conhecer outras facetas da faculdade, as quais eu mesma não vivenciava. Além disso, pude compartilhar dificuldades e ouvir experiências parecidas e diferentes, podendo assim crescer pessoalmente e desenvolver com maior habilidade formas para lidar com as questões com as quais me deparei ao longo do processo para me tornar médica".


Lucas Torres Oliveira | Mentor Jr - 2020 (Leandro Ejnisman)

"Sou médico, formado pela Casa, da 100ª turma. Atualmente, residente do programa de Ortopedia e Traumatologia e, em 2020, cursando o R2. 

Formado em 2017, trabalhei fora em 2018 nas Forças Armadas, em PS e AMAS, atuando como Clínico Geral. 

Vivi os anos de Faculdade, tentando extrair o máximo possível de aprendizado, não só através das aulas, mas também das Ligas e Extensões. Durante a Faculdade, fui diretor de Cursos do Departamento Científico em 2014 e diretor da Liga de Ortopedia e Traumatologia em 2015. Participei ativamente de projetos de Iniciação Científica desde 2014, sob orientação do Dr. Alberto Meyer, do Departamento de Cirurgia do Aparelho Digestivo, com quem nutro amizade e admiração até hoje. 

Tive a oportunidade de poder publicar diversos trabalhos durante a Graduação, destacando um capítulo do livro SOS Ortopedia, em 2016, e um relato de caso como primeiro autor, em 2017, com auxílio de bolsa FAPESP, publicado em revista internacional. 

Terminei o Ensino Médio em 2009 e estudei em colégio particular na Zona Leste de São Paulo, Colégio Fereguetti, e sou único aluno de lá que fez Ensino Superior na USP. Fiz 2 anos de cursinho no ETAPA antes de ser aprovado no vestibular de 2012 e tive a oportunidade de trabalhar neste cursinho, durante a Graduação, até o ano de 2015, inicialmente na elaboração de apostilas para Ensino Médio e, entre 2014-2015, como tutor. 

Posso retornar à faculdade e retribuir um pouco por tudo que ela me proporcionou. Posso contribuir na formação dos acadêmicos, compartilhando experiências pessoais durante a graduação e na vida, como recém-formado. Tirar dúvidas sobre a residência médica e o cenário atual do mercado de trabalho. Tenho a oportunidade de expandir meu network, através do contato com os alunos e com o mentor responsável."


Nicole Kemberly Ribeiro Rocha | Mentor Jr - 2020 (Caio Lamunier)

"Meu nome é Nicole, estou no 5 ano da Faculdade de Medicina da USP. Com interesses diversos, procuro participar de várias extensões e projetos da Faculdade. Faço parte do Programa de Mentoria desde o 1 ano por acreditar ser um espaço enriquecedor para compartilhar ideias, experiências, conhecer os outros e a si mesmo.

Participo do programa de Mentoria desde o 1 ano. Interesso-me pelas reuniões, pela troca de opiniões e compartilhamento de ideias. Acho enriquecedor conversar sobre experiências passadas, ver como a graduação é vivenciada de diferentes formas pelos mais novos e mais velhos. Além disso, é mais uma oportunidade para conhecer novas pessoas e se conhecer também."


Paulo Victor Dias Macedo | Mentor Jr - 2020 (Beatriz Tess)

"Meu nome é Paulo Victor, tenho 26 anos e sou joseense de coração! Cursei faculdade no ABC e, desde o início, me engajei com as mais diversas atividades: atlética e seus treinos, Diretório Acadêmico, ligas, estágios, monitorias, iniciação científica e intercâmbio. Atualmente, sou Residente de Medicina Esportiva. Por ser residente de outra escola, acredito que eu possa acrescentar nas discussões e no aprendizado dos alunos pois tenho uma visão diferente da medicina, de outro serviço, de outros órgãos acadêmicos, enfim, de outras atividades que me proporcionaram o crescimento suficiente para ingressar na residência da minha vida.

Desde que entrei na faculdade há 07 anos eu gosto de ter o contato com os alunos mais novos, passando-lhes experiência sobre “como sobreviver” às matérias e aos anos na faculdade; como estudar para as provas; conversar sobre trote; conversar sobre auxílio psicológico de pessoas com problemas emocionais (ex. depressão); gosto de falar de currículo e da importância de cada item nele para você ser um médico completo, com muita experiência e cultura, além de contribuir pra análise curricular no dia da entrevista.. Ainda, eu acho que por ser de uma outra escola, eu tenho uma outra visão de medicina, de ensino médico, de convivência, dos percalços que outros serviços têm e de amadurecimento. 

Sempre fui engajado com apoio aos mais novos e tenho essa pretensão, de aprender mais com os alunos daqui e de todas as formas possíveis que a USP puder me auxiliar para crescer como pessoa e profissional."


Pedro Ferreira Paiva Moreira | Mentor Jr - 2020 (Maria José Carmona)

"Nasci e sempre morei em São Paulo/SP.

Entrei na faculdade em 2016, após ter feito 2 anos e meio de engenharia de produção na Poli USP. Desde então, me sinto muito realizado na FMUSP e cada vez mais me animo com a medicina. 

Gosto de estudar medicina e me empolgo com as matérias, então sempre me dediquei para a graduação naturalmente. Ainda, ao longo dos anos, participei de algumas ligas acadêmicas, fui monitor de neurologia e completei uma iniciação científica.

Gostei muito de participar da mentoria no passado e acho que ela contribuiu no meu amadurecimento acadêmico, profissional e pessoal. Assim, queria muito poder aprender ainda mais e também poder contribuir com a minha experiência acumulada nesses anos de faculdade para o amadurecimento de outros alunos."


Rodolfo Furlan Damiano | Mentor Jr - 2020 (José Ricardo Ayres)

"Sou caipira e palmeirense de coração. 

Nascido em Sorocaba, mesmo local onde cursei a graduação. Desde cedo na faculdade me envolvi com projetos de extensão e em movimentos contra o trote universitário, culminando na criação do Grupo de Apoio ao Primeiranista (GAP), grupo de mentoring formado e conduzido pelos estudantes. Além disso, me envolvi em diversos projetos de pesquisa relacionados à educação médica.

Desejo ser co-mentor para aprender e crescer através do contato com o outro, compartilhando dores, saberes e sabores."


Thamara Rodrighes da Costa | Mentor Jr - 2020 (Flávio Hojaij)

"Sou aluna da Turma 103. 

Participei de diversas extensões na faculdade desde que entrei, desde ser diretora da Revista de Medicina - DC, participar de inúmeras ligas (Liga da Hipertensão, Liga da Fisiatria, inclusive sendo presidente da Liga de Combate à Febre Reumática e diretora da Liga da Tireoide), iniciações científicas, Bandeira Cientifica, EMA, MedEnsina, bem como ser ainda hoje do time de Rugby na Atlética. 

Estou na Mentoria desde o primeiro ano e acredito ser um lugar de enriquecimento, não só acadêmico, mas pessoal. Sempre gostei muito de auxiliar da melhor forma calouros e colegas de turmas mais novas e estou disposta a continuar isso da melhor forma."


Thiago Cavalcanti Matos | Mentor Jr - 2020 (Marcos Tavares)

"Sou da turma 103, atualmente estou no quinto ano e sou de São Paulo. Já fui parte da gestão do DC, colaborador do COMU. Participei de várias ligas, fui inclusive diretor/ presidente de algumas (Ansiedade e Anestesiologia). Fui também da Bandeira Científica e participante e então diretor do EMA, lugares esses nos quais eu aprendi muito sobre como a medicina é muito mais do que está escrito nos livros técnicos.

Essas e mais todas as outras extensões, atividades extracurriculares, professores, espaços e até a tutoria (ou mentoria) fazem da nossa faculdade um lugar único, que deve ser aproveitado não só com o objetivo de se tornar um profissional médico de referência, mas também uma pessoa mais completa.

Eu acho que a vivência na faculdade é tão intensa que estes seis anos parecem poucos. O número quase infinito de coisas diferentes que você pode fazer na faculdade e a grande diferença nas histórias de vida pregressas de todos nós faz com que cada um desfrute e veja a faculdade de uma forma diferente. Por conta disso, creio que a conversa entre todos nós, alunos e mentores, é extremamente benéfica e positiva para todos os lados. Como aluno do quinto ano, talvez eu consiga ter uma visão diferente, mais retrospectiva, daquilo que os mais novos estão vivendo agora e consiga assim ajudar, pelo menos um pouco, a fazê-los terem uma experiência que mais se adeque aos seus interesses."


Wellington Vidigal de Araújo | Mentor Jr - 2020 (Sérgio Masili)

"Sou aluno do 5° ano (turma 104). Na faculdade, participei de diversas atividades, desde a atlética/bateria, até iniciação científica e diretoria de ligas. Também passei por todas as angústias e dificuldades do 1° ao 4° ano, tendo bastante a acrescentar aos membros mais novos da mentoria!

Quis ser um CoMentor porque a Mentoria é um projeto excepcional e de grande importância para os alunos, auxiliando-os não só nas questões acadêmicas, mas também em todas as angústias pessoais e profissionais. Assim, auxiliar o Mentor nessa tarefa seria um grande privilégio para mim."


Mayra Freire | Mentor Jr - 2019 (Alexandre Ferraro)

Meu nome é Mayra, tô com 23 anos, nasci em Recife, mas moro em SP desde criança. Estudei em escola pública, fiz dois anos de cursinho no Etapa pra passar aqui. Depois que entrei na faculdade tive algumas dificuldades pra participar das atividades por morar longe, mas estive na Liga de Psicanálise, no MedEnsina e no Atletismo no primeiro ano.

A partir do segundo ano passei a me dedicar ao ballet junto com a faculdade e participei da liga de Oncologia Pediátrica, dava reforços de graça no meu prédio todos os sábados. No terceiro ano fiz a lida de Doença Renal Crônica e continuei no ballet e entrei no MedDança. No quarto ano mudei pra perto da faculdade, me tornei presidente da Liga de Nefrologia, me envolvi numa IC de Nefrologia sobre células tronco na IRA, fiz um trabalho com a Urologia sobre transplante renal em crianças e continuei no MedDança. Nesse ano estou recebendo uma iFriend, sou parte da organização do Primeiro Simposio Acadêmico Paulista de Nefrologia (SPAN) que vai acontecer dia 24 de março e estou querendo entrar em novas extensões na faculdade.

Quero fazer parte da mentoria porque realmente gosto de compartilhar minhas experiências, meus erros e acertos. No segundo ano da faculdade, fui tutora de alguns alunos no Etapa e amava o que eu fazia. Me sentia muito feliz por estar perto dos alunos e por aprender com as experiências deles tbm. Acho que projeto de tutoria/mentoria é uma mão dupla. Espero poder ajudar na mentoria desse ano.”


Matheus Belo | Mentor Jr - 2020  (Ana Cláudia Germani)

"Sou Matheus Belo, da Turma 101.

Durante meu tempo de Graduação, participei de algumas atividades extracurriculares, como o Projeto Bandeira Científica, que me trouxe intenso contato com interdisciplinaridade, discussões sobre assistência em saúde de populações vulneráveis e sobre a relação entre os níveis de atenção em saúde. Também fiz parte do time de Futebol de Campo da AAAOC durante todo o período da faculdade e participei da Liga de Controle do Diabetes Mellitus, de Neurologia Clínica e Epilepsia. Além disso, fiz parte de uma equipe de Cirurgia Geral como acadêmico durante o 5o ano. Desde o final de 2017 até me formar em 2018, fiz parte do grupo de Mentoria da Professora Ana Cláudia.

Em 2019, estive na Amazônia como médico da Marinha do Brasil, realizando atividades assistenciais na região, com foco na população ribeirinha. 

Atualmente sou residente do primeiro ano de Neurologia Clínica e, retomando o trecho abaixo, acho fascinante as "disputas sobre a localização da lesão", e ainda mais inspirador entender amplamente o cuidado, "oferecer conforto"

.Entendo a Mentoria como um espaço para compartilhar os prazeres e angústias da trajetória de cada um e de valorização da pessoa para além de sua performance acadêmica. Pretendo me dispor a ajudar os alunos que estão andando por um caminho parecido com o meu e também aprender com os encontros."


Guilherme Perez | Mentor Jr - 2019 (Arnaldo Lichtenstein)

"Sou interno do 5º ano e minha trajetória acadêmica não é muito linear... Ainda bem! Um dos pontos fortes da Faculdade é permitir exposição a diferentes vivências e desafios, o que considero essencial para nosso crescimento como pessoas e futuros médicos. Por isso, sempre busquei participar de atividades de contato com pacientes.

Em 2016, passei um ano longe da Faculdade pesquisando em Harvard, onde pude ganhar muito em autoconhecimento. Ser pesquisador? Talvez. Mas antes e com certeza, ser médico!

Quero ser co-mentor para poder fazer parte, de algum modo, de um dos pontos mais fortes do HC/FMUSP: a cultura de transmissão de conhecimentos e vivências entre pessoas de diferentes gerações. Aprendi muito com os mais velhos e o contato com eles foi ótimo para tomar melhores decisões ao longo da minha trajetória. Sou muito grato a isso e quero poder retribuir de algum modo na co-mentoria neste ano."


Jéssica Silva Nicolau | Mentor Jr - 2019 (Carlos Pompilio)

"Meu nome é Jéssica Nicolau e sou aluna do quinto ano. Fiz intercâmbio de pesquisa na Harvard Medical School em 2018, na área de cardiologia. Faço parte do MedEnsina, sendo professora de física.

Quis ser comentora porque estar no internato nos coloca de frente com inúmeras questões, profissionais, pessoais e humanas, que ter alguém com quem desabafar e que já passou por isso nos ajuda nesse caminho.

São e serão incontáveis experiências que vão marcar e nos moldar quanto médicos, inúmeras decisões que vão definir nosso futuro e para isso, um mentor nos fornece ajuda. Além disso, ser co-mentora ajudaria a mostrar as minhas vivências para outros estudantes e, juntos, colaborarmos na vivência estudantil como grupo."


Arthur Pires | Mentor Jr - 2019 (Cícero Nardini Querido)

“Sou o Arthur, da turma 102!

Entrei na Faculdade em 2014 e participo da Atlética, onde toco com a Bateria desde calouro, e do Show.

Decidi participar como co-mentor esse ano porque acredito que o programa é muito subvalorizado.

Li bastante sobre programas de mentoria em outros países e sobre a importância dos mesmos para o desempenho acadêmico, permanência estudantil e, principalmente, para a saúde mental dos estudantes de medicina.

Acho um privilégio poder ajudar a aperfeiçoar a Mentoria - FMUSP, ainda mais ajudando outros alunos que precisem de orientações, ajuda ou mesmo alguém pra lhes ouvir!”


Stella Mara Suman Piasentim | Mentor Jr - 2019 (Fábio  Cantinelli)

"Me formei médica em 2014 pela turma 97 da FMUSP, durante minha formação acadêmica fui atleta dos times de basquete da AAAOC e da USP. Depois de formada me aventurei inicialmente na residência de Medicina Legal, mas foi na residência de Psiquiatria que me encontrei pessoal e profissionalmente.

Quero ser co-mentora pois vejo nesse projeto uma excelente oportunidade de se fazer conexões humanas. Acredito que a troca de experiências entre sujeitos de diferentes estágios da formação médica seja essencial para a manutenção da saúde mental. 

Como residente de psiquiatria, tenho interesse especial em ajudar nessa questão, passei por momentos difíceis ao longo da minha formação, queria poder contribuir através da minha escuta atenta, com muita empatia e respeito pela subjetividade de cada aluno."


Leonardo Borges dos Santos | Mentor Jr - 2019 (Fábio Montenegro)

"Sou aluno do 5º ano de Medicina USP, portanto tive a oportunidade de conhecer muitas das extensões e ligas da faculdade, mas a única atividade extracurricular em que me mantive ao longo de praticamente todo o curso foi a mentoria. A verdade é que os encontros que combinamos são sempre um espaço de muito aprendizado, o qual não se limita apenas à graduação, ao contrário, participa de todo nosso trajeto na medicina. 

Escolhi ser CoMentor pois acredito que não existe outro momento nem outro lugar para aprender aquilo cada mentor tem a compartilhar. Sendo assim, poder participar disso é algo extremamente gratificante."



Dany Beraldo | Mentor Jr - 2019 (Geraldo Lorenzi)

"Sou o Dany B. da 97, atualmente R2 de Medicina Esportiva. Gosto muito de conversar sobre a graduação para conseguirmos melhorar a cada dia essa experiência que é a vida universitária. 

Vim de escola pública, fui diretor do CAOC e do DC, representante de turma e organizador de drives de arquivos virtuais. Tento ser politizado, respiro bicicleta, mobilidade urbana e ativismo, acreditando que também sejam temáticas que o jovem médico tem que saber lidar como cidadão e que repercutem diretamente no manejo e tratamento da nossa população.

Gostei muito da Tutoria/Mentoria que experimentei durante a graduação e acredito que esta seja uma boa iniciativa para auxiliar na formação universitária, com o aprendizado e troca de experiências extra-classe, tanto para graduandos como para os residentes. Tenho satisfação em poder auxiliar na formação das turmas mais novas, pois por vezes podemos ajudar muito com pouca complicação, compartilhando vivências, erros e experiências já ocorridas."


Raif Restivo Simão | Mentor Jr - 2019 (Luiz Bortolotto)

“Sou Raif Restivo Simão, ex-aluno da turma 100 da FMUSP e atualmente R1 de Clínica Médica no HCFMUSP.

Durante a Faculdade, fui frequentador assíduo da Mentoria FMUSP, por acreditar que o estabelecimento de uma boa relação com o tutor e os demais tutorandos torna a vida acadêmica mais rica e prazerosa.

Acredito que o compartilhamento de experiências e os debates proporcionados nos encontros são uma excelente oportunidade de conhecer novas pessoas e novas ideias.

Neste ano, terei a honra de participar como co-mentor do grupo de mentoria do Prof. Luiz Bortolotto, o grupo do qual fiz parte durante meus seis anos de Graduação, e espero contribuir para tornar a Mentoria tão boa para os atuais tutorandos como ela foi para mim.

Desejo atuar na Mentoria para torná-la ainda mais atrativa aos novos alunos. Quero também retribuir, ao menos em parte, a ótima experiência que tive quando fui tutorando, compartilhando experiências e ideias com os alunos mais novos. Por fim, aprender ainda mais com o Prof. Bortolotto e poder continuar partilhando das experiências por ele relatadas durante os encontros.”


Caio Tokashiki | Mentor Jr - 2019 (Newton Kara José)

“Sou residente de Cirurgia Geral da turma 99. Me formei há 2 anos, fiquei 1 ano trabalhando em outros hospitais e agora voltei para Casa. 

Durante faculdade participei do CAOC, AAOC, DC, MedEnsina e algumas ligas, sempre me envolvendo nas atividades de ensino.

Acredito que na Tutoria posso compartilhar minhas experiências e ajudar na integração entre as turmas, orientando em o que for possível."